terça-feira, 30 de novembro de 2010

O prometido é devido !

Como não poderia ser diferente, o corre corre, dessa época, é inevitável e, por isso, vou ser breve nas palavras mas rica em dicas fresquinhas, para quem está chegando na terrinha, para as festas de final de ano.
Sempre falo, que passear no Chiado é minha diversão favorita no sábado. Aquilo é um happening ! Não só pelas lojas e ruas decoradas com espírito natalino mas também pela profusão de coisas para se ver, comprar, comer e beber ( cafezinho nas várias lojas da Nespresso, se deliciar com a infinidade de vinhos das garrafeiras da cidade etc...).
Durante a semana , o menu executivo do restaurante Largo ( €18,00) é a dica do ano ! De preferência pedir mesa em frente a um dos 3 aquários e suas famosas medusas e que fazem concorrência com o resto da decoração do restaurante ( antigos claustros de igreja ). Deixo para dar água na boca, os pratos que escolhemos, recomendado pelo chef, que depois tivemos o privilégio de bater um papo enorme e saber mais sobre o restaurante ( vai ter jantar com uma ementa especial de final de ano.
Ainda ali perto, vá até à Santini, a famosa gelataria( leia-se sorveteria) de Cascais (atenção, aqui fala-se gelados e não sorvetes e gelataria e não sorveteria), que abriu no verão para delírio dos lisboetas que não precisam ir à Cascais.
Se você está podendo ( eu sempre posso, apesar dos protestos da família que estou fofinha, fofinha....) não deixe de comer um pedaço do "Melhor Bolo de Chocolate do Mundo" do meu amigo, Carlos Bráz, que tem um corner na gelataria e que está rindo de orelha à orelha com o sucesso das lojas no Rio e em São Paulo.

Continuando, compre suas cápsulas para sua máquina de café Nespresso, que são bem mais baratas que no Brasil.Entre no Armazém do Chiado e esqueça da vida conferindo as novidades na Fnac, Sephora, Musgo etc....
Andar nas ruas: Garret, do Carmo, Nova da Trindade, Alecrim e adjacências é um programão e tenho certeza, não vão se decepcionar.
Ah ! Continuando na linha fofinha, fofinha, de quebra fotos dos autênticos Pastéis de Belém, acabadinhos de sair do forno ( como se devem comer, quentinhos, quentinhos, com açúcar e canela ) e que agora são vendidos no aeroporto, no free shop para aqueles, como eu, que tem sempre um da família implorando por essa iguaria.
Ao chegar no Brasil - se a alfândega deixar- coloque logo na geladeira e depois no forno por alguns minutos, nem parece que viajaram 9horas....)

Para não ficar na linha fofinha e dar uma de Eça de Queiróz, descubra as grandes livrarias e sebos do bairro, visite os museus, as igrejas, o elevador de ferro de Santa Justa, os teatros São Carlos ( Ópera) , São Luiz, o Rossio, and last but not least, tire uma foto sentada na cadeira como se estivesse conversando e tomando uma bica ( cafezinho) com o poeta Fernando Pessoa, na conhecida estátua de ferro, em frente ao Café A Brasileira ( todo turista paga esse mico e você, não ????????)
Ah ! Para ter uma ideia da vida cultural da cidade, compre a Time Out ( sai às quartas-feiras ) e programa-se, comprando e reservando com antecedência para não ter frustrações depois não digam que não avisei. Espero ter tempo para fazer mais um post antes de 2011 !!!!!!!!!!!!!!!!!


Restaurante Largo
















As medusas, cuja iluminação faz com que fiquem vermelhas, amarelas e azuis






A Santini











O melhor bolo de chocolate do mundo







Os Pastéis de Belém







Restaurante Largo -R. Serpa Pinto, 10 A - Tel: 213477725
Gelataria Santini - Rua do Carmo, 3
Pasteis de Belém - Rua de Belém nº 84 a 92
A Brasileira - Rua Garret, 120

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Com toda a crise que estamos passando .....

A hora dos brasileiros virem para cá, é agora!. Senão vejamos: um dos melhores restaurantes de Lisboa tem o menu degustação, com 9 ou 10 pratos, por €35,00. Em São Paulo, o menu desgustação, também num dos melhores restaurantes, fica por volta dos R$195,00 (€75,00).

Isso sem falar nos vinhos, com preços infinitamente menores com uma oferta qualidade -preço de deixar qualquer brasileiro revoltado com os preços no Brasil.

Mas se quisermos almoçar numa tasca bem típica, que até pouco tempo atrás era frequentada pelo não menos, Nobel da Literatura, José Saramago, o almoço não fica por mais de €12,00 e com porções generosas que dá para ser dividida !

No quesito compras, acabo de ler uma revista de moda brasileira e vejo que os preços dos sapatos, bolsas e acessórios estão muiiiiito mais caros que aqui ( uns óculos de marca custam aqui €170,00 e, na revista, o mesmo par de óculos custa no Brasil, R$1385,00 = €532,00 )

E, por aí vai. Roupas, táxi, hotéis, restaurantes, transportes públicos etc....tem de tudo para todos os bolsos mas sempre com a relação custo-benefício aliciante para qualquer brasileiro. Já para nós, da Europa, o bicho tá pegando e, por isso, os empresários resolveram enfrentar a crise com criatividade e, claro, com bom senso, assim ganhamos todos !

Agora, para deixar vocês com água na boca e virem conferir in loco o que escrevi acima, o menu degustação de um dos meus restaurantes favoritos o 100 Maneiras - no Bairro Alto

Só como curiosidade, o prato de entrada chamado Estendal do Bairro ( leia-se varal de roupas), era para ser uma entrada sazonal,como todos os outros pratos, mas o sucesso da peça, em homenagem aos estendais do Bairro Alto, foi tão grande, que ele foi alçado à categoria "entrada permanente" e, ainda bem, porque a peça de inox com os mini-pregadores são uma graça e o chip de bacalhau desidratado, melhor ainda ! Ah ! O menu é único e muda consoante o que o chef acha de melhor no mercado da Ribeira ( meu favorito ) .Quando falo que os chefs tiveram que se reinventar, por causa da crise, é nesse quesito, pois fazer comida excelente sem ser cara tem que ser obra de mestre !

Aqui uma descrição e fotos do menu daquela semana ( fico devendo a foto do prato de vieiras salteadas com espinafre e camarão que recusei por ser alérgica).
By the way, ao se fazer a reserva, perguntam se algum comensal tem alergia à algum alimento e, nesse caso, trocam o prato por um outro, mas tão entretida estava, em degustar o meu prato único e diferente dos demais da mesa, que esqueci de fotografar .....

Estendal do bairro - chips de bacalhau desidratado

Espetada de pão com chouriço e assado de legumes

Pastrami de vitela com chucrute, creme de rúcula e lascas de queijo parmesão

Creme de batata baroa com migas de pão de milho e azeite trufado

Garoupa no vapor em crosta de azeitona com ar de mar e sal de flor

Limpa palato de sorbet de maçã verde em espumante estabilizado

Peito de pato assado com purê de cenoura e chalotas estufadas

Sobremesas ....... esqueci de anotar, mas estavam de divinas ( tinha espuma de cheesecake, iogurtes com frutas secas etc....).
Reparem na última foto, o saleiro e pimenteiro, imitando as pedras portuguesas .... tão conhecidas de nós brasileiros....

Minha dica depois desse jantar: andar, andar, andar e andar pelo Bairro Alto e.....agradecer, agradecer e agradecer !









































Restaurante 100 Maneiras

Rua do Teixeira,35

Bairro Alto ( necessário reservar, só tem 40 lugares)

Tel:210 990 475

Tasquinha Varina da Madragôa

Rua das Madres,34 e 54

Tel: 213965533

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Lisboa, está ou não está cosmopolita ?



















Aproveitando o último assunto que escrevi ( vinhos, Douro etc..) mostro a mais nova novidade de um dos restaurantes preferidos dos lisboetas e por que não, dos brasileiros ( já chegam aqui com a lição feita, sabem todas as coordenadas !)

Estou me referindo ao Solar dos Presuntos, que em postagens mais antigas, já falei sobre ele ( acho que no mês de junho). A mais nova novidade implantada pelo Sr. Evaristo e seu filho Pedro, é a nova carta de vinhos apresentada pelo iPad ! A brincadeira rola de mão em mão e até os menos entendidos, mostram algum conhecimento ( senão pelo manejo dessa nova tecnologia ) e, além de charmoso, vem com todas as indicações, da casta, do ano, região, informações da vinícula, enfim um curso rápido para se degustar um bom vinho ou melhor dizendo, segundo os entendidos, para fazer uma perfeita harmonização.....Não disse que a gente depois disso, fica muito metida?!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Nessa semana, ao jantar no restaurante com a família e amigos, o Pedro, sabendo do meu blog e da minha descolada agenda luso-brasileira, perguntou onde eu recomendava, no Rio, para divulgarem a carta dele. Sem nenhum pudor e com todo nepotismo, puxei sardinha para o meu lado ou melhor, para o meu bairro - Ipanema e falei do Fasano.

Podia falar do conterrâneo dele, Antiquários, mas aí é trocar seis por meia dúzia !

Saúde !














quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Setembro - O Douro se prepara para as vindimas

Ano passado fomos conferir, in loco, as vindimas do Douro. Sempre ouvimos falar, lá em casa, da apanha e pisa das uvas, pelos nossos avós. A coincidência é que tudo começou nessa região pelas mãos da rainha do Douro, Sra Antónia Adelaide Ferreira, a Ferreirinha ! Mas é só coincidência, cada uma, rainha do seu pedaço, a do Douro e a de Ipanema !

Voltando às vindimas, é em setembro que a região tem o ponto alto das festividades (esse ano de 2010 , os principais dias são 12/18/19/25 e 26 )


Para nossa alegria e mais coincidências, fomos recebidos por um dos descendentes da Adelaide Ferreira, Francisco Ferreira e Sra ( sexta geração), a pedido de um amigo em comum ( sim, as irmãs cajazeiras não perdem a oportunidade de estarem juntas....)e, que, gentilmente, ofereceram-nos um almoço delicioso.
Já como aperitivo do que íamos encontrar pela frente, fomos apresentados à mais nova produção da Quinta, o vinho Adelaide 2009! Um ícone de excelência da Quinta ( um vinho que será caro, muito caro )mas , também, uma nítida homenagem à Sra.Adelaide Ferreira, só que a deles e não à nossa madressita !

A Quinta do Vallado, construída em 1716 tem além da sede uma outra casa, no mesmo terreno, com o conceito de Turimo Rural e oferece 5 confortáveis quartos, com direito a visita à Adega, degustação e a combinar passeios de barco pelo Douro etc....tudo isso com uma vista linda para um dos afluentes do Douro, o Rio Corgo.















Hoje em dia, muitas Quintas, no Douro, fazem a pisa das uvas mecanicamente ou a pisa robótica mas a nossa curiosidade era ver uma pisa comme il faut, com os trabalhadores pisando no lagar de pedra (granito) e cantando músicas populares . Mais uma vez, vovó nos ajudou lá de cima, e como por encanto, uma das pessoas presentes no almoço era diretora de uma outra famosa Quinta e nos proporcionou, em privado, de uma experiência vinícola sensacional.

A pisa tradicional das uvas, é feita por jovens da região que passam a noite a pisar as uvas com os pés, tudo cadenciado, uniforme, seguindo as ordens do líder, para que nenhum centímetro quadrado do perímetro deixe de ser pisado. Um trabalho duro, de horas e horas de trabalho ( só saem para ir ao banheiro, assim mesmo em rodízio, para não perder o ritmo ), tudo com um espírito de equipe de fazer inveja aos maiores profissionais de RH ! Ganham por dia e merecem cada euro recebido.É tão duro, esse trabalho, que depois de tanto tempo pisando cadenciadamente, os pés parecem ter centenas de agulhas, provocado pelo mosto (suco) da fermentação. Esse processo está cada vez mais raro e mais difícil, não só por falta de mão de obra mas por ser dispendioso. Mas antes que isso acabe ( não acredito, Portugal gosta e preserva suas tradições),mostro as fotos de tudo que vimos para que possam conhecer melhor esse fantástico e trabalhoso processo. Ah ! Antes que pensem mal da pisa em termos higiênicos, tem todo um ritual para se entrar no lagar. Antes os pés são bem lavados e, normalmente, usam um uniforme ( short e camisa xadrez mas acho que isso é coisa para turista ver) , como estávamos num ambiente privado não vimos ninguém de xadrez)

Só como curiosidade, perguntamos às moças, se a tinta custava a sair das pernas e, para nossa espanto, elas disseram que as vezes só depois de 6 meses!!!!!!!!!!!!!

Com essa me despeço e cada vez mais acho o preço do vinho merecido !

P.S 1 - O crédito da foto com a garrafa do vinho em tamanho grande , by photoshop, é da missivista aqui !

P.S 2 - Dica boa: restaurante DOC, de frente para o Douro ( fazem passeios de barco com cesta de piquenique gourmet com harmonização de vinhos) . Passeio de barco ou comboio de Régua do Peso até Pinhão. Pousada histórica de Mesão Frio.

Vou tentar postar 2 filmes.


video





video

Fiz as pazes com a minha cidade, o Rio de Janeiro

Acabo de voltar do Rio e de me sentir muitíssima acarinhada pela família e amigos ( voltei mais cheiinha de quilos e de afeto, tantos foram os cafés da manhã, almoço, lanches e jantares com todos que entraram na minha maratona volta ao Rio em uma semana ! Sei que dei bolo em alguns, juro que nunca mais vou por uma semana, impossível !!!!!!!!!!!!!!!!!!! )

Voltei recarregada por muito tempo.Sem querer ser piegas e puxa saco, me sinto muito privilegiada de ter marido, família e amigos tão especiais e que me fazem muito feliz e de bem com a vida, que mais eu quero ? Ah ! Sim, ver a minha cidade de volta com o glamour de antigamente. Não de todo, pois ainda faltam ajustes mas já é um começo, pois há 3 anos atrás, com toda a violência que imperava na cidade, quem me imaginava subindo o elevador da Comunidade do Cantagalo ( antes favela ), para ver a vista ma-ra-vi-lho-sa e, isso tudo, em segurança, limpeza, convivênvia com os moradores etc....O Rio ganhou muitos pontinhos comigo ......e, olha que estava histérica e irreconhecível para uma carioca descolada e acostumada com tudo que acontecia de sobressaltos na cidade , já que cresci e vivi no Leblon e Ipanema, mas ultimamente não me sentia à vontade em ir e vir a qualquer hora do dia ou da noite, chegando a ser motivo de piada entre irmãos e amigos. Agora, não, andei a pé de dia e de noite, vi uma cidade mais limpa, mais bonita com os moradores com o brilho de volta nos olhos, afinal é a Cidade Maravilhosa !
Deixo aqui as fotos do Elevador do Cantagalo ( reparem na limpeza da passarela à comunidade, da estação do metrô, da vista sensacional, etc...)
Para fechar com chave de ouro, o lindo nascer do sol em Copacabana.




































































terça-feira, 27 de julho de 2010

Algumas razões para voltar a Portugal

Noblesse oblige ! Tenho que sair atrás de novidades, na área de turismo gastronômico cultural ! Ainda bem, confesso que nos últimos anos tem sido um prazer descobrir e mostrar Portugal !

As estradas estão ótimas ( embora o escritor ranzinzo mas não menos observador Miguel de Souza Tavares , diga que é um exagero um país como Portugal ter 3 auto-estradas para o Porto -299km de Lisboa/Porto) e, nós, brasileiros, ficamos encantados com as auto-estradas vazias, bem sinalizadas ( com pedágio caro, é verdade ) e que nos convidam a conhecer os 561km do ponto mais ao norte ao ponto mais ao sul do país, em pouco menos de 6 horas (em compensação as estradas nacionais estão sempre cheias, os caminhões tanto de Portugal como Espanha não querem pagar pedágio )

Nessas andanças tenho me deparado com hotéis maravilhosos, não só os 5 estrelas como hotéis históricos e de design mas também o de turismo rural e de habitação ( esses últimos, os donos das grandes casas senhoriais nas cidades e, no campo, recebem os turistas, dividindo com eles o modo de vida de suas famílias, dando-nos a oportunidade de pernoitar em casas do século XVII e XVIII, com tudo que temos direito, história, tradição, gastronomia local, estilo arquitetônico da época e com preços imbatíveis.

Vou postar um pouquinho de cada conceito de hotelaria em Portugal. Amanhã tem mais !

Pousadas históricas: Criados a partir dos anos 50, normalmente 5 estrelas, situados em antigos Castelos, Conventos, Mosteiros,Fortalezas e Palácios, recuperados exaustivamente à arquitetura da época mas com todo conforto e modernismo interior, por grandes arquitetos portugueses e brasileiros. A decoração é show e o cuidado com as peças de arte e mobiliário são feitas por profissionais ligados ao mercado das artes.
De norte a Sul, a oferta é grande. O último que abriu no Porto, chama-se Palácio do Freixo, de frente para o Douro, com uma vista sensacional. Na parte moderna ficam os quartos ( uma antiga fábrica de moagem ) e, no Palácio, ficam os restaurantes, salas de conferência, bar, sala de leitura etc...









































Aproveitem a viagem e visitem a Casa da Música,Livraria Lello, a Ribeira, as Caves, em Vila Nova de Gaia, Museu Serralves, o centro histórico, o passeio no Douro e, claro, que ninguém é de ferro, escolher um bom vinho do Porto e brindar, brindar muito, à saúde todos nós !